A indústria da moda sempre foi bastante exclusiva. Apenas um tipo de corpo podia estar nas passarelas, e ele é inatingível para a maioria das pessoas, principalmente no caso das mulheres. Hoje em dia, vemos uma maior flexibilização em desfiles de moda, e mulheres de grupos variados já encontram certo espaço. Neste texto, você conhecerá 7 modelos que provam que a beleza pode estar em qualquer corpo, e por isso, vêm fazendo história no mundo da moda.

1. Sofía Jirau

A primeira modelo da Victoria’s Secret com síndrome de Down, Sofía Jirau vem fazendo história e abrindo as portas da inclusão na empresa. Jirau também é latino-americana, e hoje faz parte da coleção Love Cloud, que inclui outras mulheres que a empresa descreve como vindas de “uma miríade de contextos”.

Jirau estreou na New York Fashion Week em 2020, e é considerada uma das poucas modelos com síndrome de Down a conseguirem participar de um evento de moda importante.

2. Marsha Elle

Modelo, cantora, compositora e palestrante, Marsha Elle nasceu com uma condição congênita no fêmur direito. A sua perna não conseguiu se desenvolver, e acabou sendo amputada assim que Elle nasceu. A haitiana tem 25 anos, e usa uma prótese que a ajuda a caminhar. Isso não impede ela que é considerada uma “modelo biônica” a desfilar, e recentemente ela apareceu em uma campanha para a Adidas.

3. Ellie Goldstein

Se você está por dentro do mundo da moda já deve ter ouvido falar em Ellie Goldstein. Ela é uma das modelos com síndrome de Down mais famosas no mundo da moda – e não é para menos. Ellie assinou o seu primeiro contrato com apenas 15 anos com uma agência de talentos inclusiva; aos 18, já foi convidada a modelar para a marca Gucci Beauty, encantando o mundo inteiro com a sua beleza e personalidade. Desde então, Goldstein já trabalhou em campanhas para a Nike, Vodafone e Superdrug.